Habitação Social Silvalde

Silvalde

Habitação Municipal na freguesia de Silvalde,
segundo o bairro, por tipo de habitação, n.º de edifícios e fogos, tipologia dos fogos

O Município de Espinho dispõe de 155 fogos de habitação multifamiliar, distribuídos por 4 Bairros ou Núcleos Habitacionais, dos quais 54 fogos estão localizados no Bairro Novo (também designado por Bairro das Famílias Pobres), 48 fogos no "Bairro da Quinta da Marinha", Rua Manuel d´Areia, Bloco 4; 23 fogos na Avenida S. João de Deus com a Rua Arrais Florêncio (Bloco B) e 30 fogos na Rua Manuel d' Areia - Bloco A. Estima-se que, no total de fogos, residam aproximadamente 605 pessoas.

O designado "Bairro das Famílias Pobres", mais tarde apelidado de Bairro Novo, é o mais antigo de habitação multifamiliar do município. Foi construído na década de 50, durante o regime do Estado Novo, ao abrigo do Programa de "casas para famílias pobres”, nos termos do Decreto - Lei n.º 34.486, de 6 de Abril de 1945, regulamentado pelo Decreto-Lei n.º 35106, de 6 de Novembro de 1945.
Era constituído de origem por 58 fogos (16 fogos de tipologia T0, 24 de tipologia T2 e 18 de tipologia T3 duplex), distribuídos por 7 edifícios, de rés-do-chão e andar, um dos quais mais recente - Bloco 7, construído no ano de 1975, de forma a, à data, dar resposta às inúmeras carências habitacionais do concelho.

Um pouco mais a poente e a sul, na Marinha de Silvalde, localiza-se o Bairro da Quinta da Marinha (Bloco 4), construído no ano de 1994, ao abrigo do Programa Especial de Realojamento - PER, constituído por 2 edifícios de habitação multifamiliar, com 3 pisos (rés-do-chão e 2 pisos) num total de 48 fogos (18 fogos de tipologia T2; 24 de tipologia T3 e 6 de tipologia T4).

Ainda ao abrigo do Programa Especial de Realojamento, destacam-se dois edifícios localizados na Marinha de Silvalde datados do ano de 2003. O Bloco A, composto por 30 fogos e 2 espaços destinados a comércio, dispostos em 4 pisos (rés-do-chão e 3 pisos) no total de 16 fogos de tipologia T2, 14 de tipologia T3 e 2 espaços destinados a comércio. O Bloco B, um edifício com 4 pisos (rés-do-chão e 3 pisos) e constituído por 23 fogos: 3 fogos de tipologia T1; 13 de tipologia T2; 6 de tipologia T3 e 1 de tipologia T4.

O atendimento descentralizado da Divisão de Ação Social, Intergeracional e Saúde é efetuado no Fórum de Arte e Cultura de Espinho-FACE, sito na Rua 41 com a Avenida S. João de Deus.

A entidade de referência nesta zona geográfica é a Associação de Desenvolvimento do Concelho de Espinho (ADCE), cujo Pólo Social se situa na Rua Manuel d'Areia, n.º 48, em Silvalde (instalações da antiga Escola da Marinha 2).